Dados Gerais

Demografia

Dados do Censo – 2010
População Total: 18.563
Urbana: 14.992
Rural: 3.571
Homens: 9.501
Mulheres: 9.062
Densidade demográficaDensidade demográfica (habitantes./km²): 14,75
Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 29,34
Expectativa de vida (anos): 65,27
Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 3,20
Taxa de Alfabetização: 86,96%
Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,701
IDH-M Renda: 0,636
IDH-M Longevidade: 0,671
IDH-M Educação: 0,797
(Fonte: IPEADATA)

Rodovias

SP-189
SP-258

Administração

Prefeito: Omar Yahya Chain PP (2017/2020)
Vice-prefeito: Maria de Fatima Pinto SD

 

Mapa

 

Economia

Atualmente grandes áreas estão ocupadas por plantios de pínus e eucaliptos, de onde provém a madeira que é beneficiada nas 30 serrarias hoje existentes no município. Na agricultura o município se destaca no cultivo de cereais, principalmente milho, soja, trigo e feijão, apresentando elevadas produtividades em função dos solos férteis e alta tecnologia aplicada. Na olericultura é forte a exploração dos cultivos em estufas sobretudo tomate de mesa, pepino e pimentão.
Nos últimos anos a citricultura vem se destacando pelas altas produtividades, atraindo grandes produtores para a região e hoje o município conta com 1.800.000 pés de laranjas.O rebanho bovino é de aproximadamente 40.000 cabeças, sendo 35.000 cabeças de raças de corte e 5.000 cabeças de raças mestiças destinadas à produção de leite - 7.000 litros diários.
O município ainda produz frutas como caqui, pêssego, uva e melancia, além de ser importante produtor de batata inglesa, tomate estaqueado, inhame e gengibre.

Geografia

A topografia do município é considerada ondulada, apresentando regiões dobradas e outras planas, onde originalmente eram vegetadas com campos cerrados, carrascais, samambaiais e cerradões, hoje utilizadas com cultivos de cereais, pastagens e reflorestamentos.
As altitudes variam entre 570 - foz do rio Apiaí-Guaçu e 769 metros, espigão divisor do ribeirão Indaiatuba com o ribeirão Jacu, limite entre os municípios de Buri e Itapeva, sendo próximo ao vilarejo do Matão.

Vegetação

O território Buriense está localizado pouco abaixo do trópico de Capricórnio, onde os biomas se misturam, atualmente deparamos com vegetação de cerrado e catanduva, estes localizados nos espigões e regiões mais planas, enquanto que as espécies da Mata Atlântica são encontradas nos fundos de vales, regiões acidentadas, nas cabeceiras de nascentes, e ao longo dos ribeirões e rios, formando as matas ciliares. Existem áreas florestais, onde as espécies se permeiam, ou seja, composições florísticas com grande diversidade convivendo em um mesmo ambiente, exemplo disso são as florestas remanescentes em terras de meia encosta, onde aparecem as últimas árvores de Araucaria angustifolia – Pinheiro do Paraná, que foram salvas do devastador ciclo de madeira nativa na região. Nessas áreas são encontradas espécies dos biomas Cerrado, Mata Atlântica e Matas de Araucária.

Hidrografia

A hidrografia do município é muito rica. O maior e o mais importante é o rio Paranapanema, que serve de limite entre Buri e os municípios de Itapetininga, Campina do Monte Alegre e Angatuba (leste e norte do território Buriense). O Rio Apiaí-Guaçu corta todo o município no sentido Sudoeste para o Norte, passando pelo perímetro urbano, antes recebendo a montante de Buri, as águas do rio Apiaí-Mirim, sendo este seu maior afluente, cujas cabeceiras encontram-se nos municípios de Apiaí e Guapiara. O Ribeirão Enxovia, maior afluente da margem esquerda do rio Apiaí-Guaçu, nasce nas proximidades da rodovia que liga os bairros Eng Bacelar ao Distrito do Guarizinho, ambos no Município de Itapeva, já no município de Buri, recebe as águas do Ribeirão Morro Cavado, mais abaixo as águas do contribuinte Ribeirão Indaiatuba avolumam o Enxovia, que deságua no Apiaí-Guaçu pouco acima da ponte denominada dos Gaúchos. Outro importante curso d água é o rio Paranapitanga, que corta o leste do município, desaguando no rio Paranapanema, próximo a sede do distrito de Aracaçú. Todos os rios burienses estão entre os mais limpos do estado de São Paulo, possuindo consideráveis reservas de matas ciliares.

Rio Paranapanema
Rio Apiaí-Guaçu
Rio Apiaí-Mirim
Rio Paranapitanga
Ribeirão Enxovia
Ribeirão Indaiatuba
Ribeirão Morro Cavado
Ribeirão Corvo Branco
Ribeirão Santa Luzia
Ribeirão dos Bueno
Ribeirão do Barreiro ou Apiaizinho
Ribeirão da Ronda Velha
Ribeirão do Curral Velho
Ribeirão do Lajeado da Fazenda Fortuna
Ribeirão do Lajeado da Fazenda Sul Brasil
Ribeirão Lajeado do Pinheiro Seco
Ribeirão da Laranja Azeda
Ribeirão dos Vileiros
Ribeirão do Rincão Comprido
Ribeirão Mombuca
Ribeirão da Capelinha ou Quilombo
Ribeirão do Jacu

Prefeitura Municipal de Buri
R. Coronel Licínio, 98 - Centro - Buri/SP - CEP: 18.290-000